História

O Santuário foi inaugurado no dia 12 de dezembro de 1993, devido a uma promessa feita por Dom Agnelo Rossi. Acometido por doença grave, Dom Agnelo prometeu que, caso fosse curado, construiria uma Igreja em homenagem a Guadalupe. E assim aconteceu. A missa de inauguração foi presidida pelo Legado Papal Cardeal Bernardin Gantin e o Santuário assumiu sua finalidade: “para que surja um renovado compromisso de todos para realizações maiores e para que se dilate por toda a parte o culto mariano” (trecho da carta de João Paulo II, ao designar o Cardeal Gantin para a inauguração).

 

Prova de que isso foi levado a sério, três comunidades foram veiculadas ao Santuário, cujas padroeiras são sempre a figura da Virgem: Comunidade Deus da Vida, no Condomínio Parque dos Eucaliptos, tendo como padroeira a Imaculada Conceição, a Comunidade Maria Mãe do Povo, localizada na Vila Pe. Manoel da Nóbrega cuja a padroeira é Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e a Comunidade Nossa Senhora Auxiliadora, no Jardim Garcia.

Pode-se notar a graça de ver e sentir o toque de Deus, reunindo as comunidades em torno do Santuário, dedicado a Mãe das Américas, deixando ecoar a palavra sempre atual de Jesus “Avancem para águas mais profundas” (Lc 5,4), fazendo reconhecer e assumir o batismo, fonte de todas as vocações, acreditando no Senhor e no seu Evangelho, lançando as redes, com novo ânimo e ardor no trabalho pelo Reino no serviço aos irmãos.

O Santuário sempre esteve preocupado em oferecer a todo o povo uma igreja comprometida com o projeto de Jesus Cristo. Por esse motivo, durante todos estes anos,  foram organizados grandes momentos como, por exemplo, em 1998 – a realização do projeto do Ano Missionário, proposto para toda a Arquidiocese de Campinas. O lema “Paz para sua casa e sua gente!” orientou o trabalho de visitadores às residências, além de atividades realizadas pelas pastorais. Iluminada pelo Jubileu do Ano 2000, viveu o projeto “Rumo ao Novo Milênio”, com atividades como a romaria paroquial para a Paróquia de São Sebastião, de Valinhos e as Celebrações da Porta Santa.

O ano de 2001 foi intensamente vivido, com a realização, em Campinas, do 14° Congresso Eucarístico Nacional, dado o lema “Eucaristia, fonte da missão e vida solidária”. Além das atividades realizadas, como a visita do Legado Papal e do Núncio Apostólico ao Santuário, houve uma participação intensa dos fiéis e agentes pastorais nas celebrações na Praça Arautos da Paz.

Com a inauguração do Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, o Pe. Bruno Alencar Alexandroni foi indicado como pároco, assumindo o cargo no dia 30 de janeiro de 1994, no qual permaneceu até o dia 6 de fevereiro de 2011, quando tomou posse como Pároco da Paróquia de Santa Cruz. Após a saída do Pe. Bruno, no dia 30 de janeiro de 2011, com muita alegria a igreja celebrou a nomeação do Pe. Carlos Nascimento.

Padre Carlos José Nascimento nasceu no dia 2 de agosto de 1965, em Bela Vista do Paraíso, Paraná. Primeiro filho do casal, Alcides Nascimento e Elvira Tomeleri Nascimento e irmão de Cláudio Luiz Nascimento. Cursou o primeiro-grau (atual ensino fundamental) na Escola Estadual “Júlio de Mesquita Filho”, no Jardim São Vicente, em Campinas. Já o segundo-grau (atual ensino médio) estudou no Colégio Estadual “Bento Quirino”, onde fez o curso técnico em eletrotécnica, posteriormente, o ensino superior na Pontifícia Universidade Católica de Campinas onde se formou em filosofia e teologia.

Sua ordenação diaconal, no ano de 1994, aconteceu na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Catedral Metropolitana de Campinas. Foi nomeado e provisionado, como diácono, na Paróquia de São João, em Amparo (SP), no dia 8 de abril de 1994.

No dia 17 de junho de 1994, ordenou-se sacerdote, na Basílica Nossa Senhora do Carmo, também em Campinas. Sua primeira experiência como sacerdote, aconteceu na Paróquia Sagrada Família, quando foi nomeado e provisionado, pároco. No ano de 1996, em 20 de abril, foi nomeado e provisionado, como pároco da Paróquia Santa Cruz, em Campinas e renomeado em 2002. No dia 22 de maio de 2003, foi nomeado vigário Foraneo da Forania Nossa Senhora Aparecida.

Em 2007, foi nomeado coordenador da Região Pastoral Norte e Sul da Arquidiocese de Campinas. No ano seguinte, 2008, foi nomeado e provisionado como pároco, na Paróquia Santana, em Sumaré.

No Santuário encontra-se a relíquia de São Paulo, um pedaço da coluna de madeira onde o mesmo foi morto, que está instalada em frente ao altar, além do quadro com o mesmo visual da imagem de Guadalupe do Santuário do México e da estátua da Virgem de Guadalupe.

No dia 12 de dezembro de 2013, com missa presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Campinas, Dom Airton José dos Santos, passou-se efetivamente de paróquia a Santuário arquidiocesano.

A recolocação do quadro e a inauguração da estátua de Guadalupe, no dia 13 de dezembro de 2016, foi uma imensa proeza para todos os devotos. Durante a Missa Solene, o quadro foi colocado em um novo local no interior do Santuário de Campinas. Após a Missa, foi inaugurada a estátua de 2, 40 cm de altura, criada com exclusividade pelo artista Guilherme Morais, com a benção do arcebispo Dom Airton em frente ao Santuário.

E com o objetivo de unir os devotos de Nossa Senhora de Guadalupe em uma grande família, o projeto “ Família Guadalupe’’ foi criado durante o Jubileu da Misericórdia (2015/2016). A cada mês, os participantes recebem um conteúdo motivacional sobre a devoção a Padroeira da América Latina.

As reflexões são conduzidas pelo Pe. Carlos Nascimento e são baseadas nas histórias das aparições e sua relevância aos desafios da vida atual. Os devotos se unem numa intenção de oração principal e podem partilhar suas intenções particulares. Também ocorre durante o ano atividades e celebrações especiais para quem faz parte do grupo.

A participação no projeto ocorre através da contribuição mensal nos valores de R$20,00, R$50,00 ou R$70,00, e o cadastro pode ser feito em nosso site ou na recepção do Santuário.  o cadastro pode ser feito aqui no site ou na secretaria do Santuário. Os devotos que contribuem recebem via Correios materiais impressos e presentes exclusivos, além do acesso a uma área especial do site. A contribuição ajudará na ampliação dos projetos de divulgação da devoção a Virgem de Guadalupe no Brasil e entre outras iniciativas do Santuário.