Santuário Nossa Senhora do Guadalupe

Rua Sophia Velter Salgado, s/nº - Vila Castelo Branco - Campinas, SP

+55 19 3227.5492

Mensagem do Reitor › 23/11/2016

Desvelando o manto de Guadalupe

guadalupe3-11Como é bom estar falando do manto de Guadalupe! Quanto mais vai apresentando sobre esta aparição, parece que nada sabemos sobre a grandeza e a beleza da manifestação de Deus aos que mais precisam do seu infinito amor.

O manto de Guadalupe se parece muito com o amor de Deus por nós: quanto mais Ele se revela sabemos menos ainda sobre sua grandeza e seu alcance. Deus no seu amor por nós não mede nenhum esforço para fazer acontecer e podermos sentir esse carinhoso cuidado.

Guadalupe, no seu manto, tem flores na roupa da Virgem e Estrelas no manto. Se for traçado uma linha central, que vai da metade do rosto aos pés, dividimos o manto em dois. E se contarmos as estrelas do manto, que são 46, dá um pentagrama e, ao colocarmos no computador a combinação, começando de baixo para cima, flores e estrelas, temos uma partitura que produz uma melodia celestial. Você sabia?

Temos mais ainda. Se você olhar no manto, logo abaixo do rosto de Guadalupe, vê-se o início da roupa. Justamente aí, encontra-se um broche, sinal de consagração da Virgem. Temos, no centro do broche, uma cruz mostrando que essa Virgem é consagrada a Jesus Cristo.

Um outro elemento é o anjo que está nos pés da imagem. Perceba que ele tem um rosto de criança, mas seu cabelo mostra que é idoso, pelas entradas que tem nele. Rosto de criança e cabelos de idoso, sintetiza a abertura ao conhecimento e a sabedoria numa única imagem. Veja mais, esse mesmo anjo tem asas de águia e não de pomba. A águia era entendida como mensageira, pois, ela é que chegava mais perto do Sol.

Vamos caminhando em nossas descobertas do manto: o rosto de Guadalupe está inclinado para a direita, justamente o lado que está no céu Jesus Cristo, sentado à direita de Deus Pai. Outro elemento importante é o rosto que está inclinado 23.5 graus, essa é a inclinação que a Terra tem para que possa haver vida, sem essa inclinação não teria nenhum ser vivo no mundo.

A posição das estrelas no manto de Guadalupe, mostram a mesma posição que estavam no ano de 1531, quando apareceu a Virgem a Ruan Diego. Temos que lembrar que as estrelas estão na mesma posição que estavam no céu, só com um pequeno detalhe que é a perspectiva de quem olha, e esse olhar não é terrestre, mas celeste. Isso quer dizer que as estrelas estão na posição de quem está olhando de fora do planeta Terra. E a flor, que está logo abaixo do laço amarrado no peito da imagem, indica a posição onde se localiza o Santuário de Guadalupe no México. Também, para os indígenas, o formato de quatro pétalas indica o centro do universo.

Juntamente com a flor de quatro pétalas onde se encontra o Santuário está o ventre da Virgem, que está gravida. Nesse local, também está localizado a constelação de Leão que, no Apocalipse, lembra o Leão de Judá que se refere a Jesus Cristo.

Virgem de Guadalupe, rogai por nós!

Pe. Carlos Nascimento
Reitor do Santuário Nossa Senhora
de Guadalupe – Campinas, SP

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Newsletter