Santuário Nossa Senhora do Guadalupe

Rua Sophia Velter Salgado, s/nº - Vila Castelo Branco - Campinas, SP

+55 19 3227.5492

Mensagem do Reitor › 26/04/2017

Milagre da luz

Em 24 de abril de 2007, logo depois da decisão do México de legalizar o aborto, após a Missa celebrada na Basílica pelas criancinhas não nascidas e abortadas, muitos fiéis fotografavam o quadro da Virgem de Guadalupe, diante do qual uma multidão de peregrinos desfilava em um tapete rolante. A imagem de Nossa Senhora começou a se apagar, enquanto uma luz intensa emanava do seu ventre, constituindo um halo brilhante com a forma de um embrião. Essa luz provinha realmente do ventre da imagem da Santíssima Virgem Maria e não era um reflexo, nem um artefato.
O engenheiro Luis Girault, que examinou a imagem, confirmou a autenticidade do negativo e especificou que não foi modificado e nem alterado. Ele revelou que a luz não provinha de nenhum reflexo, mas saía literalmente do interior da imagem da Virgem. A luz era muito branca, pura e intensa, muito diferente dos clarões fotográficos habituais, produzidos pelos flashes. Essa luz era envolvida por um halo com a forma de um embrião. Examinando mais precisamente essa imagem, distinguem-se no interior do halo certas zonas de sombra que são características de um embrião humano no ventre materno.
Continuamos vendo que a imagem da Virgem de Guadalupe segue manifestando-se diante das atitudes que os homens realizam contra a criação e principalmente contra a vida humana. Esse é mais um sinal de que a Virgem zela pela humanidade e que está muito mais presente do que muitos de nós pensávamos. Muito mais participante em nossas vidas e muito mais ofendida por tudo que fazemos.
Temos que lembrar também que a vida humana não se resolve somente com uma “canetada” do governo e que tudo pode ser justificado e usado para corroborar atitudes que estão contra o Evangelho e contra Deus. Muitas vezes deixamos não só a fé, mas, também, o bom senso. Esse tipo de atitude influencia pessoas que desejam resolver o problema de imediato e criam outro problema de consciência para a vida toda em si mesmas.
A Virgem dá sinal visível de que não comunga e muito menos aceita certas atitudes que estamos cometendo em nome do direito, da liberdade e do respeito à democracia, privando vidas de poderem ter direito e lugar para se manifestarem. Assim, a Virgem faz isso, manifesta-se por eles. Virgem de Guadalupe, ajudai-nos!

Pe. Carlos Nascimento

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Newsletter